Links de Acesso

Moma: Trabalhadores da Kenmare suspendem greve

  • Faizal Ibramugy

Ministério do Trabalho

Ministério do Trabalho

A suspensão da greve não significa o fim

Os mais de 600 trabalhadores do Projecto de áreas pesadas de Moma que, até na meia noite de ontem, continuavam em greve, decidiram hoje suspender as manifestações,como resultado de um acordo alcançado entre a direcção, os trabalhadores e a comissão ministerial que havia sido enviado para mediar o conflito no local.
Os trabalhadores da Kenmare informaram a reportagem da Voz da América, em Nampula, que a suspensão da greve não significa o fim, mas uma pausa, visando acompanhar a implementação do acordo alcançado.
O acordo em causa tem efeitos imediatos e seu cumprimento será avaliado em 25 de Maio próximo, altura em que o grupo interministerial do governo moçambicano,voltará a Thopuitho par acompanhar o progresso do acordo.
O referido acordo responde às exigências dos trabalhadores:fixa, nomeadamente,uma nova tabela salarial com efeitos retroactivos a partir de 1 de Abril de 2011;estabelece um plano de férias para os trabalhadores, podendo ser pagos os dias de férias de certos trabalhadores, que desde a sua contratação não tenham beneficiado de férias.
Os trabalhadores daquela empresa irlandesa de exploração mineira em Moma,explicaram que foi criada uma comissão de trabalho composta por três membros da direcção da empresa, três membros da comité sindical dos trabalhadores e o Inspector Nacional do Trabalho, que terá a dura missão de categorizar os trabalhadores da Kenmare.
Numa entrevista com os trabalhadores, estes disseram,repetidas vezes que, caso a empresa não honre os acordos alcançados, a qualquer momento poderão paralisar as suas actividades normais.Aliás, explicaram que o cessar definitivo da greve poderá acontecer em 25 de Maio de 2011.

XS
SM
MD
LG