Links de Acesso

Tribunal sul-africano adia julgamento de moçambicanos presos com milhões de dólares

  • Simião Pongoane

O Tribunal Regional de Barberton adiou para 27 de Maio o julgamento dos dois moçambicanos detidos com sete milhões de dólares em dinheiro vivo na fronteira do Lebombo, entre Moçambique e África do Sul em Dezembro.

O adiamento foi solicitado pelo Ministério Público para prosseguir as investigações do caso.

Entretanto, o tribunal abrandou as condições da liberdade condicional dos acusados, a pedido dos seus novos advogados de defesa, que aceitaram a decisão com reservas

Eles disseram aos jornalistas, no entanto, que queriam mais alterações das condições de caução porque os seus clientes a aceitaram na hora da prisão, por não dominarem a língua inglesa, apesar de haver intérprete.

Para a acusação, a investigação deste assunto é muito delicada e envolve muito dinheiro, levantando muitas suspeitas de lavagem de dinheiro e do crime organizado internacional.

Refira-se que as condições de cobertura pela imprensa são muito limitadas por ordens do tribunal a pedido dos acusados.

A sessão de hoje foi acompanhada pelos representantes do Consulado de Moçambique em Nelspruit e da Direção Provincial da Polícia de Investigação Criminal de Maputo.

XS
SM
MD
LG