Links de Acesso

Violência doméstica aumenta em Moçambique

  • Ramos Miguel

A Associação Moçambicana Mulher, Lei e Desenvolvimento (MULEID), diz que estão a aumentar, de forma assustadora, os casos de violência baseada no género, envolvendo agressões físicas, abandonos e expulsões das casas.

Constituida com a missão fundamental de fazer o atendimento e aconselhamento psicológico da mulher desfavorecida, a Muleid faz também a resolução de conflitos conjugais.

As estatísticas não são fiáveis, mas sabe-se que nos últimos tempos, o número de casos de violência tende a aumentar e, Maria Luisa, da Muleid, diz que isso é preocupante, porque agrava ainda mais a situação da mulher desfavorecida.

No âmbito das suas actividades, a Muleid faz também a resolução extra-judicial de conflitos, e para os casos que não resultam em consenso, aquela associação faz a tramitação dos processos para o tribunal.

Segundo Maria Luisa, "algumas mulheres beneficiam de pensões de alimentos, e casos relativos ao património acabam também por consenso das partes, aconselhados pela MULEID".

O sociólogo Francisco Matsinhe encontra justificação para a espiral da violência contra a mulher na pobreza, se bem que possam existir outros factores.

XS
SM
MD
LG