Links de Acesso

Renamo ameaça paralisar transporte rodoviário e ferroviário no centro do país

  • William Mapote

"O ataque ao paiol de Savane, não têm nada a ver com Renamo" afirmou Jerónimo Malagueta

A Renamo, o principal partido da oposição em Moçambique ameaça impedir, a partir de amanhã, a circulação ferroviária e rodoviária no centro do país, para travar o que chama de tentativas de assalto ao quartel general de Gorongoza, onde se encontra desde finais do ano passado, o seu líder Afonso Dhlakama.

Esta ameaça foi hoje dada a conhecer a imprensa por Jerónimo Malagueta, chefe do departamento de informação da Renamo que disse que a medida é uma resposta a movimentação em larga escala de contingentes das Forças Armadas de Defesa de Moçambique, para o centro do país, depois do assalto de terça-feira a um paiol do exército nacional.


"A partir de quinta-feira, 20 de Junho de 2013, o raio de segurança vai partir do Rio Save até Muxúngue. Nesta área, as forças da Renamo vão posicionar-se para impedir a circulação de viaturas, porque o Governo usa essas viaturas para transportar armamento. A Renamo vai igualmente paralisar a movimentação dos comboios", enfatizou Jerónimo Malagueta.

Contrariamente ao que o governo avançou no final da sessão de Conselho de Ministros de ontem, Malagueta disse que o assalto ao paiol de Savane não teve nada a ver com o seu partido.

"Os acontecimentos de Savane, ou por outra, o ataque ao paiol de Savane, não têm nada a ver com as forças de defesa e segurança da Renamo. O Governo e o partido no poder sabem muito bem disso", garantiu Jerónimo Malagueta.

A região de Sofala é, para além de ser estratégica para a ligação entre o sul e o norte do país, o principal corredor de transportes rodoviário e de mercadorias, com destaque para o carvão extraído nas minas de Moatize pelas companhias brasileira e anglo-australiana Vale e Rio Tinto, que caso se confirmem as ameaças da Renamo, verão as suas actividades mais uma vez comprometidas, o que vai resultar em impactos consideráveis nas suas metas.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG