Links de Acesso

Moçambique: Renamo acusa governo de atacar na Gorongosa

  • William Mapote

Elementos da Renamo na Gorongosa

Elementos da Renamo na Gorongosa

O maior partido da oposição voltou a avisar que vai responder a qualquer ataque às suas posições.

Em Moçambique, a Renamo acusou nesta quinta-feira as forças governamentais de terem atacado as suas posições na região de Gorongosa.
Segundo Fernando Mazanga, porta-voz nacional daquele partido, o ataque ocorreu em pleno dia 4 de Outubro, em plena data consagrada como dia da paz, e que este ano marcou a passagem dos 21 anos após o Acordo Geral da Paz.

A Renamo considera que o governo continua a protagonizar terrorismo de estado contra os seus partidários.

Contrariamente ao que aconteceu nas anteriores acusações, desta vez, Mazanga, escusou-se a revelar o número das alegadas baixas, sofridas pelas forças governamentais, alegando que, a obrigação cabe as lideranças das FADM.

O maior partido da oposição voltou a avisar que vai responder a qualquer ataque às suas posições e atribuiu ao presidente da república, Armando Guebuza, a responsabilidade de acabar com a tensão político-militar prevalecente.

Não conseguimos confirmar a informação da Renamo junto de entidades governamentais.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG