Links de Acesso

Moçambique: Novo presidente do Supremo anuncia "tolerância zero" para corrupção


Adelino Muchanga diz que há entre os juízes situações que envergonham a classe e por isso devem ser rapidamente combatidas.

Em Moçambique, o recém-nomeado Presidente do Tribunal Supremo diz que vai decretar tolerância zero para a corrupção na magistratura.

Adelino Muchanga disse haver no seio dos juízes, situações que envergonham a classe e por isso, devem ser rapidamente combatidas.

Nomeado há pouco menos de um mês para Presidente do Tribunal Supremo, Adelino Muchanga, esteve hoje (terça-feira) no parlamento, para explicar as linhas fortes com as quais quer dinamizar o funcionamento daquela instituição. A corrupção no seio da magistratura é um fenómeno que lhe vai merecer atenção especial.

Durante a audição aos membros da Comissão dos Assuntos Constitucionais, Direitos Humanos e de Legalidade, a quem cabe recomendar a rectificação ou não da sua nomeação, Muchanga defendeu a necessidade da revisão dos critérios de nomeação de juízes para a magistratura, como forma de purificar as suas fileiras.

XS
SM
MD
LG