Links de Acesso

Moçambique: Milhares de clientes do "Nosso Banco" perdem poupanças

  • William Mapote

Praça dos Trabalhadores, Maputo

Praça dos Trabalhadores, Maputo

Em Moçambique, milhares de clientes do Nosso Banco vão perder parte das suas poupanças, por causa do encerramento desta instituição financeira, que operava no país desde 1999.

A reportagem da VOA em Maputo ouviu clientes e empresários que reagiram com indignação à medida que foi determinada na passada sexta-feira, 11 de Novembro, pelo Banco de Moçambique, que alegou insuficiência de liquidez e insustentabilidade do Nosso Banco.

Natércia Samuel, uma cliente que tinha nos seus depósitos 159 mil Meticais, o equivalente a cerca de 2000 dólares, reagiu com “um ataque de nervos” ao saber que o seu banco fechou e com a liquidação, vai apenas receber, do Fundo de Garantia, vinte mil Meticais, o equivalente a 270 dólares.

“Vim depositar recentemente 159 mil meticais de um pagamento que recebi. Semana passada vim levantar pequena parte para algumas despesas e já estava a programar mais levantamentos para mais despesas. É dinheiro conseguido durante o ano todo, mas foi embora e dizem que vou receber apenas 20 mil (meticais), isto é chocante e ainda não sei o que vou fazer”, lamentou a cliente.

Como Natércia Samuel, estão milhares de clientes, entre particulares e instituições, que vão, literalmente, perder dinheiro, por conta do encerramento do Nosso Banco.

Os empresários nacionais estão alarmados com o risco de encerramento de mais instituições bancárias, e já equacionam tomar medidas drásticas, que passam pelo não uso de bancos para guardar o seu dinheiro.

“Nós como CTA (Confederação de Associações Económicas) estamos preocupados. Vamos ter um encontro com o governador do Banco de Moçambique, na próxima semana, para ter esclarecimento sobre o que está a acontecer, de qualquer forma, os empresários estão a analisar a situação e vão tomar uma decisão, se for o caso de desincentivarmos depósitos em bancos nacionais, teremos de fazer, porque ninguém gosta de depositar dinheiro num banco e acordar amanhã saber que já não tem nada” disse Rogério Manuel, Presidente da CTA.

O Banco de Moçambique emitiu, ontem, um comunicado onde afirma que o Fundo de Garantia de Depósitos vai reembolsar depósitos até 20 mil meticais.

O documento avança também que serão abrangidos apenas os depósitos expressos em meticais e titulados por pessoas singulares residentes na República de Moçambique.

A medida equivale dizer que todas as empresas que tinham depósitos no Nosso Banco, devem dar o valor como perdido.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG