Links de Acesso

Moçambique: Dois homens detidos em Manica quando tentavam vender sobrinhos

  • André Baptista

Manica Rua Principal

Manica Rua Principal

Homens colocaram à venda duas crianças por 800 mil meticais

Dois homens foram detidos pela polícia de Manica, no centro de Moçambique, ao tentar vender dois sobrinhos a um comerciante, para extração de órgãos humanos.

Os homens colocaram à venda as duas crianças por 800 mil meticais a um comerciante, após as retirar da casa dos pais sob confiança familiar no principio da manhã de hoje.

Após fechar o negócio, o comerciante terá denunciado os vendedores à polícia, que entrou em cena recuperando as crianças e detendo os suspeitos de tráfico.

“Detivemos dois nacionais por tentativa de venda de duas crianças a um preço de 800 mil meticais cada. Estas crianças já haviam sido retiradas do seu convívio familiar nos bairros 3 de Fevereiro e 25 de Junho, para este efeito”, disse Elsidia Filipe, porta-voz da polícia de Manica.

Ainda segundo explicou, a polícia teve “conhecimento desta ocorrência e interpelamos quando as negociações já haviam encerrado”, adiantando que as crianças de oito e dez anos foram recuperadas antes de ocorrer a troca.

Ainda nesta quinta-feira em Chimoio, foi encontrada uma criança morta no bairro Nhauriri, sem os olhos e sem os órgãos sexuais.

Nos últimos dias, vários crimes, raptos e homicídios, sobretudo contra crianças e mulheres, têm chocado as comunidades dos distritos da província de Manica. A extração de órgãos humanos é feita para "rituais e enriquecimento ilícito".

Em 2012, a Procuradoria Provincial de Manica activou “alerta vermelho” devido ao aumento de casos de extração e tráfico de órgãos, após várias sentenças e 16 pessoas condenadas pelos crimes, entre empresários e curandeiros, envolvidos como mandantes e compradores dos órgãos humanos, geralmente usados para “fins satânicos”.

XS
SM
MD
LG