Links de Acesso

VOA Direct Packages

Município de Inhambane realoja residentes

  • Francisco Júnior

Benedito Guimino, Presidente do Município de Inhambane

Benedito Guimino, Presidente do Município de Inhambane

Trinta e três famílias abrangidas na primeira fase.

As autoridades do Município de Inhambane, sul de Moçambique, decidiram retirar famílias de bairros desordenados e reassentá-las em novas áreas residenciais.

O processo abrange, nesta primeira fase, 33 famílias e prevê a construção, reabilitação de estradas e a colocação de outros serviços básicos como água canalizada e energia eléctrica.

Localizada a cerca de 500 quilómetros, a norte de Maputo, a cidade de Inhambane, que existe há 60 anos, possui cerca de 73 mil habitantes.

O processo de reordenamento territorial e reassentamento de famílias em curso na autarquia está, segundo Benedito Guimino, Presidente do Conselho Municipal, orçado em dois milhões de meticais, cerca de 27 mil dólares americanos.

Entre outros fins, o dinheiro está a ser utilizado para a reconstrução das habitações das pessoas que estão a ser reassentadas.

Guimino acrescenta que, nos chamados bairros rurais, estão a ser construídas e reabilitadas vias de acesso, com recurso, essencialmente, ao pavê.

A principal aposta das autoridades é a pavimentação e não o asfaltamento das ruas.

A primeira fase do projecto vai ficar concluída em Dezembro.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG