Links de Acesso

Moçambique: "Inclusão" foi tema comum na recta final da campanha

  • João Santa Rita

Afonso Dhlakama, Daviz Simango e Filipe Nyussi, candidatos à presidência de Moçambique

Afonso Dhlakama, Daviz Simango e Filipe Nyussi, candidatos à presidência de Moçambique

Os 3 candidatos à presidência moçambicana encerram campanhas prometendo governos inclusivos.

Em Moçambique a campanha eleitoral chegou este fim-de-semana ao seu termo.

Na recta final da campanha Afonso Dhlakama veio ao Sul a zona do pais praticamente ignorada durante toda a sua campanha.

Filipe Nyussi o candidato da Frelimo foi ao Norte, a Quelimane e Nampula, zonas fortes da oposição.

Daviz Simango do MDM ficou-se pela sua praça forte, o centro.

O tema comum foi o da inclusão com Dhlakama e Nyussi a prometerem a participação de todos nos seus eventuais governos.

Nos arredores do Maputo Dhlakama falou em Shangaan para negar que iria discriminar contra as gentes do sul.

O candidato da Frelimo Filipe Nyussi esteve no Norte e a sua mensagem foi também a de prometer governar sem distinções.

Já o candidato do MDM, Daviz Simango, ficou se pela sua praça forte de Sofala onde a sua promessa foi quase idêntica.

XS
SM
MD
LG