Links de Acesso

Moçambique: G-19 reticente no desembolso de fundos de apoio orçamental

  • Redacção VOA

Compra de barcos à França é uma das operações carecendo de transparência

Compra de barcos à França é uma das operações carecendo de transparência

Doadores esperam esclarecimentos sobre a contracção de um empréstimo de 850 milhões de dólares em Setembro passado.

Os países do denominado G-19, o grupo dos 19 parceiros internacionais do governo moçambicano, estão reunidos em Maputo para definir o prosseguimento do seu apoio financeiro ao Orçamento Geral de Estado para 2014.

Vários desses países estão a considerar o adiamento do seu apoio esperando esclarecimentos do governo moçambicano à contracção de um empréstimo de 850 milhões de dólares a5 de Setembro passado.

Esses doadores estão preocupados com a falta de transparência da contracção daquela dívida ao juro relativamente elevado de 8,5% ao ano durante quatro anos e meio.

Aqueles países dizem também que a medida foi tomada sem um debate parlamentar e que a sua inclusão no orçamento viola a lei vigente.

Moçambique depende largamente do apoio financeiro externo.

Os parceiros internacionais contribuem anualmente com 40 por cento dos fundos para o orçamento do estado.

Para nos explicar o que está em jogo nesta reunião falámos com o economista moçambicano Emílio Vaz Raposo.

XS
SM
MD
LG