Links de Acesso

Moçambique: FMI optimista com reticências

  • Simião Pongoane

FMI realça descoberta de recursos naturais mas sublinha que faltam infra-estruturas e mão-de-obra especializada.

O director adjunto do Fundo Monetário Internacional, David Lipton, afirmou que Moçambique tem boas oportunidades e perspectivas, com a descoberta de grandes reservas de gás natural, carvão mineral e outros recursos minerais.
Referiu contudo a precariedade das infra-estruturas e a falta de mão-de-obra especializada.

Lipton, que está em Moçambique em visita de trabalho, lamentou no entanto a falta de infra-estruturas, com destaque para estradas e linhas férreas e de quadros qualificados para a exploração desses recursos em tempo útil. Para David Lipton, os benefícios fiscais sozinhos não são suficientes para o país tirar todas as vantagens económicas do potencial existente.

Entretanto, o Fundo Monetário Internacional acredita que o governo moçambicano pode renegociar, de forma amigável, o aumento da contribuição dos megaprojectos.

O economista visitante do FMI falou igualmente de riscos no meio do processo de exploração dos recursos minerais. Diz que qualquer falha na distribuição inclusiva da riqueza pode gerar descontentamento popular e por isso aconselha mais investimento na agricultura e noutras áreas de maior geração de postos de emprego para jovens.

O Fundo Monetário Internacional presta assistência técnica a Moçambique há cerca de 30 anos e considera que Moçambique está no bom caminho rumo ao desenvolvimento.
XS
SM
MD
LG