Links de Acesso

Moçambique em alerta laranja devido às chuvas

  • Francisco Júnior

Aviso foi feito pelo Conselho Técnico de Gestão de Calamidades.

O Conselho Técnico de Gestão de Calamidades de Moçambique decretou nesta sexta-feira o alerta laranja por causa da seca, que afecta com particular gravidade as três províncias do sul, e das chuvas intensas que se abatem sobre o norte do país

O órgão avisou ainda que, dentro das próximas 72 horas, vai chover muito em algumas províncias do centro e norte de Moçambique.

Até este momento, há pelo menos 33 óbitos resultantes de calamidades naturais.

Conselho Técnico de Gestão de Calamidades, Moçambique

Conselho Técnico de Gestão de Calamidades, Moçambique

Se a seca persistir, cerca de um milhão de pessoas poderá ter problemas sérios de insegurança alimentar, nas províncias de Maputo, Gaza e Inhambane

Neste momento, mais de 176 mil pessoas estão afectadas pela insegurança alimentar resultante da seca, nas províncias de Sofala, Gaza e Inhambane.

António Paulo, do Ministério da Agricultura, diz que se continuar sem chover, nos próximos dois a três meses, e os camponeses não conseguirem uma boa colheita na primeira época da campanha agrícola 2015/2016, cerca de um milhão de pessoas poderão vir a ter problemas sérios de insegurança alimentar no sul do país.

A partir de hoje, o Centro Nacional Operativo de Emergência (Cenoe), e os centros operativos de emergência de nível provincial e distrital estão activados.

Maurício Xerinda, Director do Centro Nacional Operativo de Emergência, informou ainda que várias medidas vão ser tomadas para fazer face à situação de seca e de chuvas intensas, cheias e inundações.

Esta época chuvosa já está a afectar 22 mil pessoas em todo o país, destruiu três mil e 500 casas e provocou 33 óbitos.

XS
SM
MD
LG