Links de Acesso

Moçambique cria Grupo de Referência para o combate ao tráfico humano

  • Francisco Júnior

Foto de arquivo

Foto de arquivo

Moçambique criou esta semana um Grupo de Referência Nacional para prevenir e combater eficazmente o tráfico de pessoas.

O Grupo multidisciplinar, que será coordenado pela Procuradoria-Geral da República, integra representantes de instituições estatais, organizações não-governamentais e comunicação social.

Trata-se de instituições que directa ou indirectamente intervêm na área do tráfico de pessoas, no âmbito legal, protecção e reintegração das vítimas.

A ideia da criação deste grupo é também defendida por uma magistrada brasileira.

Maria Hilda Pinto, Sub-Procuradora-Geral Adjunta do Brasil, é de opinião que, se Moçambique quiser prevenir e combater mais eficazmente o tráfico humano deve não só ter uma equipa forte, mas apostar em campanhas de educação cívica robustas.

Além disso, aconselha Pinto, Moçambique deverá cooperar com outros países e organizações internacionais que lutam contra esse tipo de crime.

Pinto disse que do lado da instituição que representa, as portas estarão sempre abertas para cooperar com Moçambique.

Recentemente, Pinto foi uma das especialistas contratadas para formar os magistrados judiciais e do Ministério Público da cidade e província de Maputo em matéria de tráfico humano.

XS
SM
MD
LG