Links de Acesso

Moçambique: Falta de divisas causa apreensão

  • Ramos Miguel

"Para poder ter 10 mil dólares para importar uma máquina, tenho que esperar pelo menos 20 anos," desabafa um empresário.

Em Moçambique, alguns bancos comerciais têm estado a limitar os montantes a levantar, por mês, o que deixa apreensivos os clientes particulares e empresas com contas em divisas, numa altura de grave crise económico-financeira.

O mercado moçambicano tem vindo a registar, nos últimos tempos, uma menor disponibilidade de divisas, devido à queda das exportações, o que levou alguns bancos a imporem novos limites mensais de 500 dólares, 500 euros e mil randes para os seus clientes.

Esta medida é justificada pelas restrições na importação de notas de moeda estrangeira por parte do Banco de Moçambique, no país que deixou de contar com o apoio dos doadores, na sequência da descoberta de dívidas escondidas.

Um empresário do ramo agrícola diz que pretende abraçar o agro-processamento, mas não sabe como fazê-lo, "porque, por exemplo, para puder ter 10 mil dólares, para importar uma máquina, tenho que esperar pelo menos 20 anos".

Economistas dizem que estas medidas devem ser complementadas por acções concretas ao nível da produção, para que aumentem as exportações, que permitam a entrada de divisas no país.

Refira-se que actualmente, Moçambique exporta cerca de cinco biliões de dólares, contra 300 milhões, há cerca de 20 anos, mas mesmo assim, ainda é muito pouco.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG