Links de Acesso

Moçambique: Avicultores de Boane em dificuldades após vendaval

  • Francisco Júnior

Aviário destruido

Aviário destruido

No inicio do ano, um vendaval fustigou o distrito de Boane, em Maputo, Sul de Moçambique, matando sete pessoas e ferindo sessenta outras.

Infraestruturas sociais e económicas foram destruidas. O sector agro-pecuário foi o mais afectado.

E foi um dia de muito azar, pois, para além dos ventos fortes, fez muito calor e a avicultura sofreu bastante.

A Galovos, que produz ovos para comercialização no mercado nacional, perdeu, como diz Maxaquene Mfumo, chefe de produção, mais de 17 mil galinhas poedeiras, e viu boa parte da cobertura dos pavilhões danificada.

Nesta empresa, os danos foram de 300 mil dólares americanos.

O avilcultor Júlio Nunes diz que os pintos e a ração que perdeu estão avaliados em cerca de 31 mil dólares.

Mas, para reconstruir tudo e recomeçar, vai necessitar de aproximadamente 96 mil dólares americanos, dinheiro que diz não ter.

O Fundo de Desenvolvimento Agrário já se dispôs a apoiar, mas, até hoje, o dinheiro ainda não foi disponibilizado. Nunes pensa em desistir, poís as coisas não estão fáceis.

XS
SM
MD
LG