Links de Acesso

África do Sul e Moçambique cooperam na inspecção laboral

  • Simião Pongoane

Farma sul-africana (foto de arquivo)

Farma sul-africana (foto de arquivo)

Moçambicanos nas fazendas sul-africanas não têm documentos.

Moçambique e a África do Sul decidiram reforçar a inspecção conjunta nos campos agrícolas sul-africanos, onde trabalham moçambicanos.

O objectivo é verificar o cumprimento da lei pelo patronato no que respeita à segurança no trabalho e pagamento de salário mínimo.

Para tal, equipas dos dois países visitaram 10 campos agrícolas na província sul-africana do Limpopo, que faz limite com Moçambique

É primeira vez que os dois países fazem inspeção laboral conjunta.

Moçambique e África do Sul tem acordo laboral assinado em 1964 sobre trabalhadores na industria mineira. A grande preocupação dos moçambicanas nas fazendas é a falta de documentos de identidade.

Segundo a Ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social de Moçambique, Vitória Diogo, o governo moçambicano promete abrir escritórios na província do Limpopo para ajudar os trabalhadores nas fazendas.

A delegação de trabalho baseada em Joanesburgo lida basicamente com trabalhadores na industria mineira.

Os proprietários sul-africanos das fazendas dizem que preferem moçambicanos em relação aos locais ou zimbabweanos, porque são muito dedicados no trabalho.

XS
SM
MD
LG