Links de Acesso

Advogados saudam inicio da auditoria forense sobre a dívida pública moçambicana

  • William Mapote

É positivo, diz a Ordem dos Advogados de Moçambique.

Três dias depois do anúncio do auditor independente que vai investigar os contornos das chamadas dívidas ocultas, diversas organizações sociais que atentamente acompanham a situação nacional estão expectantes sobre vão os resultados.

O fórum dos empresários, parlamentares e outras redes organizadas reúnem-se, cada um à parte para fazer as suas análise, por forma a posicionar-se perante o que está por vir.

A Ordem dos Advogados de Moçambique classifica de positivo o passo dado pela Procuradoria Geral da Republica.

Mais do que um simples rastreio, os advogados moçambicanos pretendem que a auditoria culmine com a responsabilização dos autores das chamadas dívidas ocultas, cujo impacto está a afectar de forma severa a economia e o país.

Segundo o anúncio da Procuradoria Geral da República, a auditoria forense, imposta pelo Fundo Monetário Internacional será realizada pela Krol, uma empresa com sede em Londres, que já tem luz verde para o início dos seus trabalhos.

Os resultados deverão ser entregues em 90 dias.

No final do mês em curso, o parlamento moçambicano, deverá anunciar também os resultados da sua auditoria sobre a mesma matéria.

XS
SM
MD
LG