Links de Acesso

Moçambique: Conselho Cristão contra lei do aborto


Jovem mãe na escola com o filho ao colo

Jovem mãe na escola com o filho ao colo

Com a sua proposta de despenalização parcial do aborto, o governo pretende evitar a ocorrência de casos de aborto clandestino

O Conselho Cristão de Moçambique opõe-se ao aborto induzido por qualquer meio, disse à Voz da América o reverendo José Moiane, presidente daquela organização que congrega todas as organizações cristãs no país.

O novo Código Penal, recentemente aprovado, autoriza o aborto mediante a observância de algumas medidas que permitam a sua realização de forma segura e com menos riscos para a saúde e vida da mulher que a pratica.

Com essa proposta de despenalização parcial do aborto, o governo pretende evitar a ocorrência de casos de aborto clandestino que, até certo ponto, já se tornou num problema de saúde pública em Moçambique.

A posição do Conselho Cristão de Moçambique, expressa pelo seu presidente, José Moiane, ressalta “o valor da vida humana” e reafirma que, “de forma alguma, aquele Conselho está a favor desta nova lei”.

XS
SM
MD
LG