Links de Acesso

Moçambique: Governo anuncia nova data limite para recenseamento


Renamo Gorongosa Moçambique

Renamo Gorongosa Moçambique

Governo quer garantir dez milhões de potenciais eleitores

O Governo moçambicano anunciou esta tarde a prorrogação do recenseamento eleitoral que devia terminar hoje, 29, para 9 de Maio próximo.

Segundo o comunicado distribuído à imprensa, a prorrogação do período de recenseamento eleitoral visa permitir o alcance da meta estabelecida: registar cerca de dez milhões de potenciais eleitores para as eleições gerais de 15 de Outubro próximo.

O Secretariado Técnico de Administração Eleitoral diz que já foram registados 82 por cento dos potenciais eleitores previstos.

No ano passado, as cidades e vilas municipais registaram cerca de três milhões e 600 mil eleitores para as eleições autárquicas, sendo que o processo ora prorrogado é considerado de actualização para potenciais eleitores que não foram abrangidos em 2013.

Mas o argumento do Conselho de Ministros é considerado político para evitar dar crédito à Renamo que solicitara a prorrogação do recenseamento eleitoral.

A decisão do Governo responde positivamente ao pedido da Renamo e esvazia qualquer argumento para Afonso Dhlakama que ficaria sem re recensear se o processo tivesse terminado mesmo hoje. Entretanto, a Renamo insiste que o seu líder vai recensear-se para poder votar e ser votado como candidato presidencial.

Mas ninguém sabe ao certo se os dez dias de prolongamento serão suficientes para registar pelo menos 15 mil pessoas privadas na região de Gorongosa por ataques armados da Renamo.

Aliás, o partido de Afonso Dhlakama não aceita que brigadas de recenseamento sejam acompanhadas pela polícia para o interior de Gorongosa. As brigadas estão paradas à espera das ordens.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG