Links de Acesso

Moçambique: Filipe Nyusi é o candidato da Frelimo às presidenciais

  • Redacção VOA

Sede Frelimo Moçambique

Sede Frelimo Moçambique

Nyusi foi eleito na segunda volta de um escrutínio para o qual concorreram outros 4 candidatos, José Pacheco, Alberto Vaquina, Luísa Diogo e Aires Aly.

O Comité Central da Frelimo elegeu Filipe Nyusi, actual ministro da Defesa Nacional, para candidato do partido no poder em Moçambique às eleições presidenciais de Outubro próximo.

Nyusi foi eleito na segunda volta de um escrutínio no qual concorreram outros 4 candidatos: José Pacheco, Alberto Vaquina, Luísa Diogo e Aires Aly.

Depois de na primeira volta nenhum dos pré-candidatos ter conseguido ultrapassar a barreira dos 50 por cento necessários para vencer a eleição, Filipe Nyusi e Luísa Diogo, que foram os pré-candidatos mais votados, tiveram que concorrer numa segunda da votação.

Participaram neste escrutínio 197 membros do Comité Central da Frelimo, tendo-se registado apenas um voto nulo.

Nyusi saiu vencedor com 135 votos, contra 61 votos, de Luísa Diogo.

Na ocasião, Armando Guebuza, na qualidade de presidente do partido, disse que a votação decorreu de forma transparente desde a fase de apuramento até a apresentação dos resultados.

“Tínhamos que procurar formas de encontrar a melhor solução e conseguimos. Escolhemos o nosso candidato, o candidato da Frelimo, que é o candidato de todos os moçambicanos", disse Guebuza.

Filipe Nyusi, 56 anos, natural de Cabo Delgado, norte de Moçambique, é formado em engenharia mecânica e tem uma licenciatura em gestão.

Antigo dirigente do Ferroviário de Nampula e ex-administrador dos Caminhos de Ferro de Moçambique, Nyusi é ministro da Defesa de Moçambique desde 2010.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG