Links de Acesso

Missionária angolana internada em Luanda não tem ébola

  • VOA Português

Hospital Maria Pia/ Josina Machel, Luanda

Hospital Maria Pia/ Josina Machel, Luanda

Testes realizados na África do Sul confirmam que a religiosa tem malária, como disseram inicialmente as autoridades angolanas.

O teste à missionária angolana que deu entrada no Hospital Josina Machel no dia 31 de Outubro sob suspeita de ébola foi negativo, segundo disse uma alto funcionário do Ministério da Saúde ao Jornal de Angola.

“Os resultados laboratoriais revelaram que tinha malária e está a recuperar positivamente”, adiantou a mesma fonte.

As amostras de sangue da paciente foram enviadas à África do Sul “por uma questão de precaução por ser um dos países no continente com laboratório de nível 4 autorizado a fazer análises como os do ébola”.

A missionária angolana vive na França há sete anos e na viagem para Angola fez escala em Brazzaville, Kinshasa e Cabinda, antes de chegar a Luanda. Segundo a médica Maria Lina Antunes, a missionária terá tido contacto com uma doente com febre na República Democrática do Congo, cujas autoridades suspeitavam estar com o vírus do ébola.

Depois de sentir-se mal, a religiosa procurou o hospital que decidiu por mandar fazer os testes que agora confirmaram ter malária e não ébola.

XS
SM
MD
LG