Links de Acesso

Ministros africanos da saúde reunidos em Luanda


Equipa de saúde na Guiné Conacri, onde o Ébola já matou 116 pessoas

Equipa de saúde na Guiné Conacri, onde o Ébola já matou 116 pessoas

Ebola, malária e HIV em debate. Criação de agência africana de medicamentos também em discussão

Peritos de 46 países africanos iniciaram hoje, 14, em Luanda, a reunião de ministros da Saúde dos países africanos destinada a definir estratégias de combate às grandes endemias no continente, com destaque para a febre hemorrágica do Ébola que já matou 116 pessoas.

Até ao dia 23 deste mês, os ministros africanos da saúde vão analisar com profundidade outras doenças como a malária, tuberculose e HIV-SIDA. Reunião dos Ministérios da Saúde de África

Reunião dos Ministérios da Saúde de África

O director regional da OMS, o angolano Luís Gomes Sambo disse que o encontro pretende analisar a cobertura e a qualidade dos serviços de saúde em África e a possibilidade da criação de uma agência africana de medicamentos.

A esta primeira reunião de peritos e parceiros internacionais do desenvolvimento da saúde foram convidados 300 delegados a que se vão juntar ministros da Saúde do continente.

A iniciativa da realização deste evento em Angola resultou de uma coordenação e concertação de esforços entre a OMS, União Africana e o Governo de Angola, perante a necessidade de se encontrarem respostas para as novas ameaças que se colocam à saúde das populações africanas e aos desafios do desenvolvimento, rumo à implementação dos Objectivos do Milénio.
XS
SM
MD
LG