Links de Acesso

Ministro cabo-verdiano discorda de dados da ONU sobre Sida e tuberculose

  • Eugénio Teixeira

Governo e ONU divergem sobre números de Sida e tubersulose

Arlindo do Rosário afirma desconhecer a origem dos dados revelados pelo Índice de Desenvolvimento Humano

O ministro cabo-verdiano da Saúde discorda dos dados apresentados no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) das Nações Unidas que apontam para o aumento de casos de tuberculose a VIH-Sida no arquipélago.

Arlindo do Rosário diz que a tendência é de redução de casos e que o seu país tem um sistema de informações com credibilidade reconhecida a nível internacional.

O relatório do IDH apresentado na terça-feira, 21, diz que houve um aumento de casos da tuberculose e VIH Sida em Cabo Verde, passando de 0,5 por cento em 2015 para um por cento em 2016.

“Não sei de onde tiraram esses dados porque a informação que tenho é que há uma melhoria”, sublinha Arlindo do Rosário, quem adianta que as “autoridades nacionais estão a trabalhar para a realização, ainda no decorrer deste ano, de um estudo alargado sobre a sero prevalência no país”.

Rosário lembra que o último estudo sobre a sero prevalência em Cabo Verde data de 2004 e reitera não compreender os dados revelados.

O governante acredita que a situação é melhor e lembra que o país “tem um sistema de informações que funciona, que não esconde e que é reconhecido pelas organizações internacionais”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG