Links de Acesso

Ministro moçambicano diz que regiões autónomas são perigosas para unidade nacional

  • William Mapote

Afonso Dhlakama

Afonso Dhlakama

Na sua primeira análise às intenções manifestadas por Afonso Dhlakama, Abduremane Lino diz que até agora tudo não passa de pura conversa.

O ministro moçambicano da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos classificou as intenções da Renamo do estabelecimento de regiões autónomas de questões juridicamente complexas e que precisam de uma melhor ponderação, porque podem por em causa a unidade nacional.

Na sua primeira análise às intenções manifestadas por Afonso Dhlakama, Abduremane Lino diz que até agora, tudo não passa de pura conversa.

Numa altura em que ainda se espera pela submissão do anteprojecto ao Parlamento, o ministro da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos considera tratar-se de uma intenção juridicamente complexa.

A Renamo prometeu que dentro de pouco mais de uma semana, o anteprojecto será depositado na Assembleia da República, cumprindo assim um dos acordos alcançados nos encontros entre o líder do partido e o presidente da república.

A Frelimo, partido que domina o parlamento nacional diz que apesar do anteprojecto que vai ao parlamento resultar de um acordo entre o presidente, Filipe Nyusi e o líder da Renamo, Afonso Dhlakama, não pode garantir que a proposta não deverá ser aprovada advertiu a chefe da brigada central da Frelimo, a nível da cidade de Maputo, Conceita Sortane.

XS
SM
MD
LG