Links de Acesso

Ministro do Interior instaura processo-crime a directora e agentes da prisão de Viana

  • Redacção VOA

Cadeia de Viana

Cadeia de Viana

Em causa o espancamento de uma reclusa.

O ministro do Interior de Angola Ângelo da Veiga Tavares ordenou nesta quarta-feira, 19, a “suspensão tempestiva” da directora do Estabelecimento Feminino de Viana e de três agentes prisionais envolvidas no espancamento de uma reclusa, como noticiou a VOA na segunda-feira, 17.

Num comunicado enviado à imprensa, o Ministério reconhece que três agentes infligiram “agressões físicas a uma reclusa, após uma inspecção surpresa (…) da qual resultou a detecção de dois telemóveis que se encontravam na posse da visada”.

O ministro ordenou a instauração de um processo-crime contrasa directora e as três agências “porque a conduta constitui indício da prática de um ilícito penal”.

O Ministério do Interior diz repudiar “práticas do género".

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG