Links de Acesso

Ministério Público obriga ministros demitidos na Guiné-Bissau a abandonar o Palácio em 48 horas

  • Redacção VOA

Bissau

Bissau

Novo Executivo cria comissão para negociar solução.

Os membros do Governo de Carlos Correia demitido no passado dia 12 e barricados desde a quinta-feira, 19, no Palácio do Governo têm 48 horas para abandonarem o local.

A ordem partiu do Ministério Público nesta sexta-feira, 3, e vai no sentido de "os membros do Governo cessante procederem à desocupação livre e ordeira das instalações do Palácio do Governo num prazo não superior a 48 horas", refere-se no documento.

O PAIGC continua a não reconhecer o Governo de Baciro Djá empossado na quinta-feira, 2, pelo Presidente da República, José Mário Vaz, que acusa de ter violado a Constituição.

Entretanto, Baciro Djá criou uma comissão interministerial para negociar com os elementos cessantes a sua saída daquelas instalações.

Neste sábado, 4, a Comunidade Económica dos Estados da África do Sul e União Económica e Monetária da África Ocidental encontram-se em Dakar, na capital do Senegal com as partes envolvidas no conflito na Guiné-Bissau.

XS
SM
MD
LG