Links de Acesso

Ministério Público emite mandado de captura contra acusado de assassinar activista em Angola

  • Coque Mukuta

Manuel Hilbert Ganga

Manuel Hilbert Ganga

Activista Manuel Hilbert Ganga foi morto a tiros por guardas da Presidência da República.

Na semana passada, jovens activistas exigiram, em carta, ao presidente de Angola celeridade no caso Manuel Hilbert Ganga, activista da Casa-CE morto por elementos ligados à guarda da Presidência da República.

Agora foi emitido um mandado de captura contra o assassino de Ganga, como confirmou à VOA, Miguel Francisco, advogado de Manuel Hilbert Ganga.

Ainda sem data marcada para o julgamento, Francisco disse que o autor já está identificado.

O advogado adiantou também que o processo está a correr os seus trâmites legais: "O processo já tem acusação e felizmente o Ministério Público já exarou um mandado de captura contra o arguido autor dos disparos que está identificado”.

O activista foi assassinado a 23 de Novembro do ano passado pela Guarda Presidencial quando afixava cartazes com imagens dos activistas Isaías Cassule e Alves Kamulingue assassinados por agentes da segurança do Estado.

Refira-se que até agora a Presidência da República não reagiu à carta dos jovens que pediram celeridade no caso Ganga.

XS
SM
MD
LG