Links de Acesso

Ministros guineenses ouvidos pela PGR ficam com Termo de Identificação e Residência

  • Lassana Casamá

Geraldo Martins e Valentina Mendes investigados por indícios de corrupção.

O ministro da Economia e das Finanças, Geraldo Martins, e a ministra da Solidariedade e de Luta contra Pobreza, Valentina Mendes, por sinal, antiga titular da Saúde, da Guiné-Bissau foram ouvidos pela Procuradoria Geral da República nesta terça-feira, e depois ficaram com o Termo de Identidade e Residência enquanto decorre um processo de investigação sobre indícios de corrupção.

À saída de audição, Geraldo Martins revelou aos jornalistas que o processo tem a ver com as despesas autorizadas por ele e que estavam ligadas ao tratamento médico de alguns funcionários públicos e os Combatentes da Liberdade da Pátria.

Fontes próximas ao Governo disseram à VOA que tudo não passa de um plano de perseguições políticas, orquestrado pelo Presidente da República, José Mario Vaz, porquanto, tanto Geraldo Martins, quanto a Valentina Mendes, são figuras muito próximas de Domingos Simões Pereira, presidente do PAIGC e antigo primeiro-ministro.

Entretanto, o Presidente da República reuniu-se hoje com partidos políticos com e sem assento parlamentar.

Do outro lado, o PAIGC, sob liderança do seu Presidente, Domingos Simões Pereira, lançou uma ofensiva diplomática interna, tendo como objectivo, sensibilizar os representantes dos países e das organizações internacionais, sedeadas em Bissau, sobre a actual crise política.

XS
SM
MD
LG