Links de Acesso

Militantes abandonam MDM


Moçambique, Daviz Simango

Moçambique, Daviz Simango

Cerca de 300 membros efectivos do Movimento Democrático de Moçambique (MDM) em Nampula abandonaram ontem o partido liderado por Daviz Simango.

O facto foi anunciado por Juma Valgy Molide, então chefe do gabinete de promoção da imagem do candidato presidencial do MDM na província de Nampula, numa conferência de imprensa em que se fazia acompanhar por outros antigos membros da cúpula do partido.

De acordo com este dirigente político, o divórcio entre as partes foi alegadamente precipitado por falta de transparência e democracia no seio do MDM. Juma Valgy Molide disse em nome dos restantes correligionários que decidiram renunciar a militância no MDM ao constatarem que o exercício da democracia neste partido é uma falácia, e por falta de respeito aos princípios que orientam a realização de eleições internas para a escolha dos candidatos a membros das assembleias provinciais e a deputados da Assembleia da República.

XS
SM
MD
LG