Links de Acesso

Michelle Obama em África encontra-se com Nelson Mandela

  • Ana Guedes

Primeira-dama norte-americana, Michelle Obama, e as filhas Sasha e Melia, na chegada à África do Sul

Primeira-dama norte-americana, Michelle Obama, e as filhas Sasha e Melia, na chegada à África do Sul

Primeira Dama americana passou a maior parte do dia com crianças na África do Sul

A primeira-dama norte-americana, Michelle Obama, reuniu-se esta terça-feira com Nelson Mandela durante o seu primeiro dia de visita a dois países africanos.

Responsáveis da Casa Branca tinham dito que seria improvável que Michelle Obama se reunisse com o antigo activista anti-apartheid e antigo presidente sul-africano, Nelson Mandela, nesta sua viagem a África. Mas pouco depois de ter começado uma breve visita à Fundação Nelson Mandela, a primeira-dama norte-americana deslocou-se a casa de Mandela, de 92 anos, e cuja saúde é bastante delicada. O antigo presidente sul-africano, e símbolo da libertação, encontra-se sob cuidados domiciliários desde que teve que ser hospitalizado no princípio do ano, com graves problemas respiratórios. Mandela raramente recebe visitantes.

Barack Obama, o primeiro presidente africano-americano, tem dito que a luta anti-apartheid na África do Sul foi a sua primeira causa política.

Na secretária de Mandela encontra-se uma fotografia de 2006, com o então senador Barack Obama.

Michelle Obama teria dito que o marido estava triste por não ter viajado para África. Um responsável da Fundação Mandela descreveu Michelle Obama como uma mulher encantadora sem manias.

Outros pontos da agenda de terça-feira de Michelle Obama uma visita ao Museu do Apartheid e a uma creche.

Amanhã, quarta-feira, Michelle Obama vai passar o dia na área do Soweto, em Joanesburgo, onde fará um discurso a jovens líderes africanas. A primeira-dama visitará também o museu Hector Pieterson, que recebeu o nome em memória dum rapaz morto nos protestos anti-apartheid no Soweto, em 1976.

Thato, uma jovem liceal, admiradora da primeira-dama pelas suas constantes mensagens de empoderamento dos jovens, afirma que os jovens de hoje lutam pelo seu próprio sucesso.

“Apenas podemos conseguir isso através da educação, trabalhar duro, ir à escola e ter sucesso. Ter a possibilidade de ser independente e assumir as suas responsabilidades. Penso que a nossa luta é essa, temos que ter sucesso e atingir os nossos objectivos.”

Thato considerou Michelle Obama uma nova versão da falecida princesa Diana, admirada pelo seu estilo e trabalho de caridade. Acrescentou que Obama também tem uma série de bons traços de personalidade. “Michelle Obama tem motivado muitos jovens como nós.” Considerou que a primeira-dama não só se veste de forma elegante como, acima de tudo, encoraja adolescentes a tentarem ser o que quiserem na vida.

Depois de Joanesburgo, a primeira-dama e a sua comitiva deslocam-se à Cidade do Cabo e à ilha de Robben, onde Nelson Mandela esteve preso 18 anos. Dali seguirá viagem para o Botswana.

XS
SM
MD
LG