Links de Acesso

Messi diz que "não dá mais" na selecção

  • Redacção VOA

Leonel Messi

Leonel Messi

Estrela argentina anuncia abandono depois de falhar mais uma final.

A estrela e capitão da selecção argentina Leonel Messi disse adeus à equipa nacional do seu país

Em entrevista ao canal "TyC Sports" após a final da Copa América Centenário, o penta-melhor jogador do mundo, segundo a FIFA, ainda muito abatido, admitiu ser um momento difícil para análise, mas garantiu que não mais joga mais pela seleção.

“É incrível, mas não dá. Não passamos outra vez nos penalties. É a terceira final consecutiva. Nós procuramos, tentamos. É difícil, o momento é duro para qualquer análise. No vestuário pensei que acabou para mim, a selecção, não é para mim. É o que sinto agora, é uma tristeza grande que volto a sentir. Foram quatro finais, infelizmente não consegui. Era o que mais desejava. É para o bem de todos. Por mim e por todos. Muitos desejam isso. Não se conformam com chegar a final, nós também não nos conformamos”, afirmou Messi sem permitir mais perguntas.

Leonel Messi completou na sexta-feira, 24, 29 anos e a imprensa argentina questiona se resistirá à pressão para voltar à selecção.

A selecção argentina vive um jejum de títulos de 23 anos, durante o qual foi vice em sete oportunidades.

Messi acumula quatro vice-campaonatos, sendo três na Copa América (2007, 2015 e 2016) e uma na Copa do Mundo de 2014, contra a Alemanha.

Recorde-se que na Copa América Centenário que terminou este domingo, 26, nos Estados Unidos, o capitão argentino tornou-se o maior marcador da história da selecção, ao conseguir 55 golos.

Na final em New Jersey, nos Estados Unidos, perante cerca de 80 mil espectadores, o Chile venceu a final da Copa América no desempate por penalties, depois de um empate a zero no final do prolongamento.

Arturo Vidal e Messi falharam os primeiros penalties.

Mais tarde, Biglia errou e abriu o caminho à vitória do Chile.

Sem títulos pela equipa principal, Leonel Messi iniciou a trajectória na selecção sub-20 com duas vitórias.

Em 2005, marcou os dois golos da vitória de 2 a 1 sobre a Nigéria e garantiu o título do Mundial, na Holanda, e, em 2008, conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim.

XS
SM
MD
LG