Links de Acesso

Mediadores moçambicanos cansados de diálogo sem resultado

  • Ramos Miguel

Afonso Dhlakama (esq.) e Filipe Nyusi(dir.)

Afonso Dhlakama (esq.) e Filipe Nyusi(dir.)

Os mediadores das conversações entre o Governo de Moçambique e a Renamo, o principal Partido da oposição dizem-se profundamente agastados com a falta de progressos nessas mesmas conversações, descritas por analistas como cosméticas, porque não vão resolver a tensão politica que se vive no país.

O reitor da Universidade "A Politécnica" Lourenço do Rosário, falando em nome do grupo de mediadores, que integra dirigentes religiosos e representantes da sociedade civil, não escondeu o seu desconforto porque sente que há uma espécie de institucionalização do diálogo que decorre há bastante tempo no Centro Internacional de Conferencias, Joaquim Chissano, em Maputo, mas sem resultados concretos.

"Sentimos um desconforto porque a nossa percepção é que há uma espécie de institucionalização do diálogo, de modo que alguns pormenores que são, aparentemente, fáceis de resolver, nomeadamente, no terceiro ponto sobre a despartidarização do Estado, que estão a ser empurrados com a barriga, de tal forma que nos parece que interessa que as coisas não sejam resolvidas", realçou o académico.

Rosário esclareceu que os mediadores chamaram a atenção que este problema não diz respeito apenas à Renamo, que teve, de facto, o mérito de levantar esta questão como ponto da agenda, mas é um assunto que diz respeito a toda a sociedade moçambicana, "porque não nos interessa ter um Estado partidarizado".

No diálogo politico entre o Governo de Moçambique e a Renamo vários assuntos estão agendados, entre os quais o relacionado com o desarmamento da Renamo e questões económicas.

Sobre este último ponto, Lourenço do Rosário disse que "chamamos a atenção do chefe da delegação da Renamo que pode estar a perder o sentido de oportunidade, porque um outro partido político já agendou este mesmo ponto na Assembleia da República, pelo que não faz sentido continuar a empatar a mesa de diálogo com mais e mais rondas para não se resolver o problema".

Refira-se que o diálogo entre o Governo e a Renamo vai já na sua 101ª. ronda, mas sem resultados concretos.

XS
SM
MD
LG