Links de Acesso

Rochas do Planeta Marte caíram em África


Os pedaços do meteorito pesavam seis quilos e 800 gramas

Os pedaços do meteorito pesavam seis quilos e 800 gramas

A primeira prova documentada de pedaços de Marte caídos na Terra, nos últimos 50 anos

Cientistas confirmaram que é proveniente de Marte uma rocha de um meteorito que se desintegrou na atmosfera, e que se despenhou, em Julho último, em África.

Aqueles pedaços de rocha que se terão desprendido do planeta vermelho, devido a uma antiga colisão planetária, constituem a primeira prova documentada de pedaços de Marte caídos na Terra, nos últimos 50 anos.

Estes raros meteoritos foram localizados e recolhidos por coleccionadores que os estão a vender por milhares de dólares.

Os meteoritos incandescentes de Marte entraram na atmosfera terrestre, no ano passado, e foram encontrados por povos nómadas marroquinos e pessoal militar.

Cerca das duas da tarde, hora local, do dia 18 de Julho, aqueles indivíduos foram surpreendidos por explosões sónicas e por uma bola de fogo que uma testemunha afirmou ter iluminado intensamente o céu, à noite, com tons de amarelo e depois com um brilho verde, antes de se ter partido em pedaços, desaparecendo na lonjura do deserto.

Pedaços daquele meteorito foram localizados em Outubro, quando nómadas encontraram aquelas pedras negras, marcadas pelo fogo, próximo da aldeia marroquina de Tissint.

Rapidamente, foram recolhidas amostras para análise por cientistas, incluindo uma comissão de peritos internacionais, que confirmou que os meteoritos eram, de facto, originários de Marte.

Os peritos afirmam que o meteorito levou milhões de anos a chegar à Terra, depois de um asteróide ou qualquer outro objecto de grandes dimensões ter embatido com o Planeta Marte, tendo originado milhares de pequenas rochas, que foram lançadas no Espaço.

Os pedaços do meteorito que caiu na Terra pesavam, ao todo, seis quilos e 800 gramas, tendo o seu maior pedaço perto de um quilo.

A partir do momento que os nómadas marroquinos localizaram o local do impacto, os caçadores de meteoritos avançaram para ali arrebanharem o que puderam das valiosas rochas marcianas, que estão a ser vendidas a um preço dez vezes superior ao do ouro.

Conservadores de museus e cientistas lançaram-se na corrida às rochas, tentando comprá-las antes que o seu preço subisse com o aumento da curiosidade e da procura.

Peritos afirmam que, hoje em dia, em todo o mundo, existem apenas cerca de cem quilos de rochas identificadas como pertencendo originalmente a Marte, o “Planeta Vermelho”.

XS
SM
MD
LG