Links de Acesso

"Marcha pelos Elefantes", desfila em Maputo

  • Eduardo Ferro

Cartaz da Marcha pelos Elefantes e Rinocerontes em Moçambique

Cartaz da Marcha pelos Elefantes e Rinocerontes em Moçambique

Estima-se que em África sejam mortos quatro elefantes, por hora, e um rinoceronte em cada 9 horas.

Realiza-se no dia 4 de Outubro em Maputo a Marcha Global pela Vida e Protecção dos Elefantes e Rinocerontes.

Este evento juntará instituições, públicas e privadas, e cidadãos preocupados com a causa ambiental em geral e com a situação do elefante e rinoceronte em especial.

A Marcha terá como ponto de partida a Faculdade de Direito da Universidade Eduardo Mondlane, pelas 10 horas, e ponto de chegada à Avenida 10 de Novembro, na baixa da cidade de Maputo, pelas 12 horas.

Estima-se que em África sejam mortos quatro elefantes, por hora, e um rinoceronte em cada 9 horas.

No caso de Moçambique, dados recentemente divulgados mostram que o rinoceronte já se encontra extinto nas suas subespécies de branco e preto.

Quanto ao elefante, a Reserva do Niassa viu a sua população decrescer de 20 374 em 2009 para menos de 13 000 em 2013, e no Parque Nacional das Quirimbas, de cerca de 2000 em 2009 para 517 em 2011.

Para nos falar sobre os objectivos da marcha contactamos um dos organizadores, Carlos Bento do Museu de História Natural de Moçambique.

XS
SM
MD
LG