Links de Acesso

Marcha contra tráfico de seres humanos em Moçambique

  • Francisco Júnior

Marcha contra tráfico de seres humanos

Marcha contra tráfico de seres humanos

Gaza, Inhambane, Manica, Zambézia e Sofala são as províncias com maior número de casos de tráfico humano registados.

Segundo a Polícia da Fronteira, pelo menos 160 crianças, dos 3 meses aos 17 anos de idade, foram resgatadas este ano em Ressano Garcia.As crianças estavam a ser levadas ilegalmente para território sul-africano.

A revelação foi feita por ocasião de uma marcha para repudiar o tráfico de seres humanos.

Uma tentativa para prevenir as comunidades de Ressano Garcia, um Posto Administrativo do Distrito da Moamba, província de Maputo, sul de Moçambique.

Marcha organizada pela Save The Children, em parceria com o chamado Grupo de Referência de Prevenção e Combate ao Tráfico de Seres Humanos, que integra elementos de diversas instituições do Estado e Organizações Não-Governamentais locais.

Na ocasião, não faltaram manifestações culturais e também discursos.

Uma das pessoas a falar foi José Luís Muchisso, um representante do Comandante da Polícia da Fronteira a nível de Ressano Garcia. E Muchisso fez saber que, de Janeiro a Outubro deste ano, pelo menos 160 crianças, dos 3 meses aos 17 anos de idade, foram resgatadas.

São crianças que estavam a ser levadas ilegalmente para a África do Sul. 147 dessas crianças estavam na companhia dos próprios parentes e 13 por violadores de fronteira.

José Luís Muchisso, da Polícia da Fronteira a nível de Ressano Garcia, a vila que é considerada a principal porta de saída das pessoas traficadas para território sul-africano.

Segundo dados fornecidos pelo Ministério Público, em todo o país, há registo de 36 processos-crime relacionados com casos de tráfico de seres humanos, instaurados em 2012 e 25, em 2013, estando a ser compilados os números referentes a 2014.

Gaza, Inhambane, Manica, Zambézia e Sofala são as províncias com maior número de casos de tráfico humano registados.

XS
SM
MD
LG