Links de Acesso

Manifestação em Maputo contra crise política e militar

  • Redacção VOA

A estátua de Samora Machel na Praça da Independência em Maputo.

A estátua de Samora Machel na Praça da Independência em Maputo.

Centenas de pessoas desfilaram hoje em Maputo protestando contra a crise política e militar em Moçambique e exigindo o fim imediato das confrontações entre as forças do governo e da Renamo.

Debaixo de forte vigilância policial, envergando camisas brancas com a palavra de ordem "Stop Guerra”, os manifestantes percorreram mais de dois quilómetros até à praça da Independência na capital moçambicana.

As mensagens de protesto invocavam também as chamadas dívidas escondidas, que fizeram disparar a dívida pública, e a crise económica, marcada por uma forte desvalorização do metical e substancial aumento do custo de vida.

A marcha contou com a participação de forças políticas extraparlamentares e de políticos do Movimento Democrático de Moçambique, o terceiro maior partido na terceira bancada na Assembleia da República.

Os organizadores do evento disseram à imprensa que sofreram pressões para que a marcha não se realizasse mas asseguraram que vão planear mais protestos.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG