Links de Acesso

Município de Maputo rejeita pedido de manifestação

  • Redacção VOA

Conselho Municipal de Maputo

Conselho Municipal de Maputo

Autoridades pedem que organizadores corrijam erros no pedido.

O município de Maputo recusou o pedido de uma manifestação convocada para este fim-de-semana por partidos sem assento parlamentar para protestar contra os empréstimos secretos contraídos pelo Governo de Moçambique.

Na nota enviada aos organizadores, o presidente do Conselho Municipal da Cidade de Maputo, David Simango, diz que, no pedido, “dificilmente se percebe que trata-se de uma manifestação a ser organizada pelos partidos políticos e se os constantes da folha seriam ou não os legítimos representantes destes partidos".

Simango responde ainda aos organizadores que apenas dois dos 14 endereços constantes na carta são precisos, ao contrário do que estipula a legislação, e pede que corrijam os dados.

Recorde-se que, na segunda-feira, 16, o ministro do Interior, Basílio Monteiro, desencorajou a participação nas manifestações por apenas pretenderem "perturbar a estabilidade e a ordem pública".

Os organizadores querem mostrar o seu desagrado e exigir responsabilização pelas dívidas secretas contraídas pelo Governo de Moçambique, no valor aproximado de 1,4 mil milhões de dólares.

Na sequência dessa “revelação”, o Fundo Monetário Internacional, o Banco Mundial, o grupo dos 14 países que financiam o Orçamento de Estado e o Reino Unido suspenderam a sua ajuda a Moçambique, enquanto os Estados Unidos dizem estar a reavaliar a sua cooperação.

XS
SM
MD
LG