Links de Acesso

Manifestantes pedem demissão do presidente da Guiné-Bissau

  • Lassana Casamá

Pela segunda vez no espaço de dois dias as ruas de Bissau voltaram hoje a ser agitadas por uma manifestação desta vez para exigir a demissão do presidente José Mário Vaz.

Depois do Movimento "O Cidadão ", que apoia o Governo, desta vez foi o grupo dos "Cidadãos Conscientes e Inconformados ", a ocupar a principal avenida de Bissau, para exigir a renúncia do presidente da República, José Mário Vaz.

A manifestação do movimento percorreu as artérias que vão da rotunda do aeroporto ao centro da capital guineense, onde acabou por se realizar um comício nas imediações do palácio da presidência.

Para os manifestantes, Mário Vaz é principal "responsável" pela crise política e, por isso, deve deixar a presidência, possibilitando a convocação das eleições antecipadas.

O Movimento de Cidadãos Conscientes e Inconformados é um grupo de jovens que se revoltou com actual crise política, imputando os políticos, em particular o Chefe de Estado guineense pela situação vigente.

Lesmes Monteiro, da coordenação do movimento, disse aos jornalistas que o presidente guineense, é "o principal responsável pela persistência da crise politica".

"A demissão do Presidente é a única solução para tudo isso", disse.

Na passada Quinta-feira, o movimento “O Cidadão, realizou em Bissau uma manifestação pacífica para exigir a reabertura do Parlamento, que se encontra paralisado há mais de um ano meio devido às divergências entre os dois principais partidos parlamentares, o Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) e o Partido da Renovação Social (PRS).

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG