Links de Acesso

Presidente nigeriano avisa dos perigos da situação no Mali


Consequências sentir-se-ão em toda a África se islamitas não forem expulsos do norte do Mali, diz presidente nigeriano

O Presidente da Nigéria Goodluck Jonathan avisou de graves consequências caso não sejam tomadas medidas para derrotar os rebeldes islâmicos que se apoderaram do norte do Mali.

Jonathan falava numa reunião de dirigentes da África ocidental na capital nigeriana, Abuja, convocada para se discutir uma estratégia militar para ajudar o Mali a reganhar controlo do norte do país actualmente controlado por rebeldes islâmicos..

Dirigentes das 15 nações da Comunidade Económicas de Desenvolvimento da África Ocidental CEDAO reuniram-se em Abuja para aprovar um plano que foi elaborado por militares africanos e ocidentais.

Goodluck Joiathan disse que uma força de intervenção é necessária para se impedir “consequências caras” não só no Mali mas em toda a África.

A força militar ser um esforço da união africana nações unidas Mali, União Europeia e CEDAO que vai contribuir cerca de 3.200 soldados para o plano.

O plano devera ser submetido ao Conselho de Segurança da ONU para aprovação

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG