Links de Acesso

Malawi admite deixar de usar estradas de Moçambique

  • Redacção VOA

Ataques nas estradas preocupam empresários e autoridades

O ministro dos Transportes do Malawi afirmou que cinco camiões com mercadorias para Moçambique foram incendiados nos últimos dias por alegados homens Renamo no centro do país.

A afirmação de Malison Ndau foi revelada pela Rádio Moçambique e terá dito que o seu Governo vai encontrar-se com as autoridades moçambicanas para discutir a segurança das estradas.

Por sua vez, o embaixador do Malawi em Maputo, Frank Vyazhi, disse ao diário moçambicano O País, que os ataques aos veículos com mercadorias estão a pressionar os empresários a deixarem de usar as estradas moçambicanas.

"Ainda não decidimos cortar o uso do corredor da Beira, mas estamos a ser bastante pressionados a abandonar a circulação", declarou Vyazhi.

Na semana passada, polícia moçambicana introduziu escoltas militares na estrada nacional número 7, entre o distrito de Vunduzi e o rio Luenha, no centro de Moçambique.

O Malawi usa o Porto da Beira, no centro de Moçambique, e estradas que passam pelo país para escoar os seus produtos para o mercado internacional.

XS
SM
MD
LG