Links de Acesso

Polícia da Malásia identifica diplomata norte-coreano procurado em caso de assassinato de Kim Jong Nam

  • Redacção VOA

Suspeitos de envolvimento em caso de assassinato do irmão do líder norte-americano

Suspeitos de envolvimento em caso de assassinato do irmão do líder norte-americano

A polícia da Malásia identificou nesta quarta-feira, 22, um diplomata norte-coreano e um funcionário de uma empresa aérea estatal que são procurados para interrogatório devido ao assassinato do meio irmão do líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un.

Ao divulgar um boletim com actualização da investigação que revoltou o Governo da Coreia do Norte, o chefe de polícia da Malásia, Khalid Abu Bakar, disse que o diplomata procurado para interrogatório é Hyon Kwang Song, de 44 anos, segundo secretário da embaixada.

A polícia também quer interrogar Kim Uk Il, de 37 anos, que trabalha para a estatal aérea norte-coreana Air Koryo.

Khalid informou que ambos estiveram na Malásia, mas não soube confirmar se estiveram na embaixada.

Kim Jong Nam, de 46 anos, foi morto no Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur no dia 13 de Fevereiro quando se preparava para embarcar para Macau, onde vivia exilado com a sua família com a protecção das autoridades de Pequim.

Autoridades da Coreia do Sul e dos Estados Unidos acreditam que a morte do meio irmão de Kim Jong Un foi um assassinato cometido por agentes norte-coreanos.

XS
SM
MD
LG