Links de Acesso

Angola: Médicos cubanos combatem malária no Namibe

  • Armando Chicoca

Benguela lidera os indices de morte por malária em Angola

Especialistas cubanos estão integrados num projecto que visa manter o baixo índice da prevalência da doença na província

Os especialistas cubanos da saúde publica estão de mangas arregaçadas na luta contra vectores da malária, um pouco por toda a província do Namibe. A empreitada visa manter o baixo índice de casos de malária no seio das comunidades e prevenir que haja o ressurgimento de novos casos, na época chuvosa que se avizinha.

O projecto de luta contra vectores da malária em curso em todo país, segundo o oficial provincial do programa de luta contra a malária, Martinho Somandjinga, vem sendo projectado desde Dezembro ultimo, com o apoio da organização mundial de Saúde (OMS).

Na Província do Namibe, o bairro forte Santa Rita “mais antigo” no Município do Namibe é o mais afectado em mosquitos, com realce para o anófele que é o principal causador da malária.

As brigadas cubanas de saúde em cooperação com os técnicos angolanos fulminam em toda a extensão da província os agentes da malária..

No Município do Namibe, até ao momento em que a reportagem da Voz de América expedia este trabalho, as brigadas, chefiadas pela especialista Yolanda, desdobravam-se incansavelmente em todos bairros deste município mais afectado, com destaque para os pontos cinzentos.

Martinho Somandjinga, Oficial provincial do programa de luta contra malária, garantiu a voz de América que a população está a colaborar e os técnicos cada vez mais motivados.

Entretanto o Supervisor Provincial da malária, João Tchipia disse a Voz da América que a província regista rotura do produto, mas tudo esta a ser feito para que nas próximas horas, Luanda reponha o produto em causa e a luta continua contra vectores da malária
XS
SM
MD
LG