Links de Acesso

Governo de Malanje acolhe iniciativas da juventude

  • Isaías Soares

Governador Norberto Fernando dos Santos

Governador Norberto Fernando dos Santos

Para os jovens da região o tecto próprio está aquém das expectativas

Os principais problemas de carácter sócio – económico, político e cultural que afectam a juventude de Malanje poderão ser solucionados a partir de 2013 com a participação deste grupo maioritário da população angolana.

O Conselho Provincial da Juventude (CPJ) reuniu recentemente no anfiteatro da Faculdade de Medicina de Malanje da Universidade Lueji A’Nkonde perto de mil jovens de vários extractos sociais da região e o governador Norberto Fernandes dos Santos.

O presidente do CPJ, Manuel Carvalho da Costa apresentou num memorando os itens que apoquentam a classe nos domínios da formação académica e profissional.

“No sector da educação, a escassez de escolas para o ensino geral, a insuficiência de estabelecimentos escolares do segundo ciclo do ensino na periferia que respondam a demanda, a inexistência do ensino técnico - profissional na província, a inexistência de uma estratégia local de retenção e atracção de quadros superiores naturais de Malanje formados em diferentes províncias, ou mesmo no exterior do país”, enumerou.

As 92 casas sociais projectadas para o bairro social da juventude em Malanje terão em breve novos inquilinos, os moradores dos prédios Verde anexo ao do Gamek e outro defronte ao laboratório de análises clínicas “Sagrado Coração de Jesus” da Igreja Católica a ser demolidos nos próximos tempo devido ao elevado grau de degradação.

Para os jovens da região o tecto próprio está aquém das expectativas. “Morosidade na cedência e legalização de terrenos para auto – construção dirigida aos jovens, tem por um lado, adiado a concretização do sonho da casa própria e, por outro lado, tem contribuído par a especulação de venda ilegal de terrenos”, justificou, mas acrescentou que “a proliferação de locais de comercialização de bebidas alcoólicas tem vindo contribuir para o consumo excessivo do álcool no seio da juventude”.

Os representantes de associações de carácter político, estudantil, filantrópicos, ambientais, religioso e sócio – humanitário desconhecem os programas do governo local para a juventude, assim como o governo está pouco interessado com as experiências dos jovens para a solução de inúmeros empecilhos.

O governador de Malanje, Norberto Fernandes dos Santos que convidou o encontro disse que a resolução de muitos problemas depende da própria juventude.

Reconhecendo a inexistência de sítios de lazer na província acautelou, dizendo que “isto depende muito da vossa capacidade de poderem apresentar os vossos pontos de vista para que o governo, então, possa tratar dessas questões”, deduzindo ainda que “as vezes para o governo a sua prioridade é fazer a estrada ou construir uma casa, mas, talvez, para vocês jovens não seja a vossa prioridade”.

“Por isso, tem de haver esta interacção com vocês, para que aquilo que vocês propõem possa ser transformado em tarefa para o governo poder realizar”, reafirmou.

O governador de Malanje, Norberto Fernandes dos Santos “Kwata Kanaua”, realizou o primeiro contacto com o grupo maioritário da população local, dois meses depois de começar a trabalhar na região

XS
SM
MD
LG