Links de Acesso

Malanje: Trabalhadores da Mecanagro ainda sem salários

  • Isaías Soares

Situação é agora de desespero para muitos que têm que abandonar as casas arrendadas.

Dezenas de trabalhadores da empresa estatal Mecanagro continuam sem receber salários e a sua situação está cada vez mais difícil. Alguns deles estão a abandonar as suas casas e a procurar abrigo nas instalações da própria companhia.

A divida da entidade empregadora a 57 funcionários ascende a 17 meses de salários e as autoridades continuam silenciosas sobre a situação.

Um dos trabalhadores, Domingos Gomes, disse que está ameaçado de expulsão da casa arrendada porque não pode pagar a renda e isso está a causar problemas junto da sua família.

“Não sei o que a nossa empresa está a pensar dos trabalhadores neste momento”, lamentou.

Alguns chefes de famílias abandonaram as residências e tentam refúgio no parque da Empresa Nacional de Mecanização Agrícola.

A União dos Sindicatos de Malanje pouco ou nada conseguiu, apesar de instar as autoridades ao nível de Malanje e de Luanda a resolver o problema.

O secretário-geral da USM António José disse que a situação é preocupante e “inconcebível”.

O sindicalista apontou que a lei esteja a ser violada por uma empresa estatal o que é “lastimável”.

“Esta é a terceira vez e desta vez parece que atingiu o cume”, desabafou.

XS
SM
MD
LG