Links de Acesso

Malanje: Petrolífera Total disponibiliza bolsas de estudos

  • Isaías Soares

Alunos podem concorrer às bolsas para estudar em Angola ou no exterior.

Os estudantes finalistas das escolas Eiffel em Angola vão habilitar-se a 20 bolsas de estudo para o ingresso a universidades angolanas ou no estrangeiro.

Diamantino Vandesco, responsável do sector de desenvolvimento sustentável daquela companhia petrolífera francesa Total E&P Angola, disse que a oferta visa diversificar a formação dos quadros nacionais, tais como técnicos de agricultura, electricistas, mecânicos, enfermeiros, médicos, engenheiros petrolíferos e técnicos em petroquímica.

“Nós começamos a apadrinhar(em 2008) este projecto em parceria com o Ministério da Educação e em Novembro deste ano, na Feira Educa Angola, assinamos mais um protocolo de cooperação com o Ministério da Educação e com a Missão Laica Francesa para mais três anos de financiamento deste projecto", informou Vandesco.

Mas a novidade continua a ser a atribuição de 20 bolsas de estudo anualmente em universidades dentro e fora do país.

As escolas da Eiffel funcionam nas províncias de Malanje, Bengo, Cunene (Ondjiva) e Kwanza-Norte (Ndalatando), mas em Malanje elas foram abertas em Abril de 2009, tendo formado cerca de 100 técnicos.

O director-geral da Escola Eiffel Yannik Clément disse que os formandos possuem competências para o ingresso em qualquer universidade do mundo.

“A sua formação permite desenvolver um rigor de trabalho que será a chave dos seus futuros êxitos”, justificou.

Os novos finalistas estão optimistas quanto às projecções para o futuro e no desenvolvimento de Angola do futuro.

Cláudio Gomes, um dos formados, confirmou estar preparado para ingressar em qualquer universidade do país ou do estrangeiro, de acordo com a especificidade da formação concluída.

Por sua vez, o director provincial da Educação, Ciência e Tecnologia de Malanje Gabriel Alexandre Boaventura reconheceu as qualidades dos alunos formados na Eiffel, justificadas pelas medalhas conquistadas nos concursos académicos realizados no país e no estrangeiro.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG