Links de Acesso

Malanje: Manifestações a favor de novo feriado

  • Isaías Soares

Malanje

Malanje

Acitivistas querem feriado para honrar vítimas do massacre da Baixa do Cassanje

Duas manifestações para exigir do governo angolano a reposição do 4 de Janeiro como feriado nacional acontecem sábado e domingo na cidade de Malanje, numa organização de um organização denominada União de Activistas das 18 Provinciais.

Os activistas querem o feriado para honrar as vitimas do massacre da Baixa do Cassanje durante a dominação colonial.

João Canda membro da comissão organizadora precisou hoje à VOA que as duas marchas terão como ponto de partido a “Praça 4 de Fevereiro” desta cidade, por volta das 11 horas da manhã com chegada prevista para um pátio a 100 metros da sede do governo local.

“Para homenagearmos os nossos antepassados que perderam a vida na Baixa de Cassanje e chegamos aqui, nós estávamos a espera de uma resposta positiva por parte da governação mas está tudo ao contrário”, disse, acrescentando que “eles querem que não sai e, nós estamos decididos que no dia 3 e 4 temos que cumprir com o nosso objectivo”.

O activista disse que faz parte da “nova geração, estamos com outros pensamentos, por isso, é que decidimos homenageá-los”.

João Canda garantiu que os eventos que terminam com a leitura de uma declaração estão desprovidos de qualquer conotação política e a sua realização segue o postulado na constituição do país.

“Dizem que Angola é democrática, então, se é democrática, nós somos livres de pensamentos, nós resolvemos que temos de fazer essa actividade pedindo a parte do governador provincial Norberto dos Santos ´Kwata Kanawa` que nos deixa a actividade correr sem distúrbio nenhum, sem violência”, solicitou, concluindo que será pacifica e com palavras de ordem.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG