Links de Acesso

Malanje: Desmanteladas quadrilhas que assaltavam imigrantes

  • Isaías Soares

 Malanje

Malanje

Em Luanda, vários imigrantes presos por agredirem fiscais.

Oito supostos marginais que se dedicavam a roubos à mão armada a estabelecimentos comerciais de cidadãos oeste-africanos em Malanje foram desmantelados nos últimos dias e apresentados aos órgãos locais de comunicação social.

Os meliantes pertencentes a dois grupos de cinco e três elementos cada, que tinham como zonas preferenciais os bairros da Maxinde, Canâmbua e Ritondo, empunhavam armas de fogo do tipo AKM.

“O nosso crime é de furto à mão armada, nessa rua da Maxinde onde nós praticamos a acção, só adquirimos alguns valores de 60 mil kwanzas que recebemos nuns malianos, não se fez tiro”, confirmou Kissano.

O acusado precisou “que foram ao local onde vendem (os malianos), ameaçamos, recolhemos o dinheiro e fomos embora”.

Os assaltos são dirigidos aos cidadãos malianos, alegadamente, “porque eles é que vêm adquirir os nossos meios financeiros para levarem para outros locais”.

Abdoulai Vald, uma das vítimas, confirmou o assalto.

Mustaff, identificado por Zidan, disse que foi assaltado por duas vezes.

O porta-voz do Comando Provincial da Policia Nacional Inspector Chefe Junqueira António afirmou que os malfeitores já estão a contas com a justiça para o devido tratamento.

“Estão detidos e doravante o crime não compensa, vamos encaminhá-los ao Ministério Público para ulterior termos processuais”, referiu, justificando que “continuamos a realizar acções de prevenção e investigação com vista ao esclarecimento dos demais crimes”.

Em Luanda, por outro lado, vários estrangeiros de países da África Ocidental foram presos depois de terem alegadamente participado na agressão de vários fiscais dos quais quatro ficaram gravemente feridos.

O incidente ocorreu no município do Cazenga e segundo as autoridades os estrangeiros eram proprietários de armazéns.

XS
SM
MD
LG