Links de Acesso

MPLA de Malanje saúda vitória

  • Isaías Soares

PRS diz que poderá recuperar dios maus resultados. Nuno Chiquito do MPLA, pede "um pouco mais de atenção para esta terra"

Em Malanje, o MPLA saudou os resultados das eleições enquanto o PRS diz que poderá recuperar dos poucos votos obtidos

O secretário provincial para informação do MPLA, Nuno de Oliveira Chiquito garantiu os números que o partido alcançou até ao momento é a justificação do que tem feito, através do seu governo para a melhoria das condições sociais dos cidadãos angolanos.

De acordo com o responsável que define a política informativa do partido chegou o momento para o MPLA e o seu governo prestarem mais atenção aos malanginos que nunca deixaram mal o cabeça de lista, José Eduardo dos Santos.

“Malanje pela terceira vez tem esta proeza, pensamos nós que deve-se prestar um pouco mais de atenção para esta terra, para este povo sacrificado e, também queria apelar que o nosso objectivo aqui em Malanje foi lutar para que, de facto, se legitime o exercício do poder político do MPLA para (…) execute de forma tranquila o seu programa de governação no período que vai entre 2012/2017”, defendeu Nuno de Oliveira Chiquito.
Para o secretário do Partido de Renovação Social, João Daniel os dados que estão a ser divulgados pela Comissão Nacional Eleitoral representam o trabalho que cada formação política efectuou durante a campanha eleitoral para o sufrágio universal do último dia do mês transacto.

O político reconheceu que o PRS perdeu alguns lugares até ao momento, mas as esperanças continuam de pé.

“Trabalho foi pouco aplicado no terreno, mas num curto espaço de tempo nós iremos recuperar, estamos a ver que as lundas foram um bastião do PRS, de um momento a outro surgiu outra força e tentou arrasar essa força, mas nós compreendemos e poderemos recuperar num curto trecho de tempo”, garantiu o representante de Kwangana.

A Convergência Ampla de Salvação de Angola – Coligação Eleitoral (CASA – CE), na voz do director do gabinete da coordenação da campanha eleitoral, Rodrigues Dembo Ngunza não existem ainda expectativas em relação ao pronunciamento da CNE antes do pronunciamento final sobre as terceiras eleições gerais no país.

“Penso não tem ainda muitos comentários para darmos porque tudo que se trata é provisório”, clarificou.

O cidadão Alfredo Domingos que foi às urnas na sexta-feira última, satisfeito com os resultados provisórios disse que a vitória antecipada do MPLA com mais de 70 por cento é um bom passo se cumprir com a propaganda eleitoral.

“Se o MPLA já aparece com 74% penso que vai melhorar alguma coisa, porque são com certos erros que muita coisa já está a se fazer pelo país”, admitiu.

Políticos e população de Malanje satisfeitos com os resultados saídos das urnas.
XS
SM
MD
LG