Links de Acesso

Malanje: Diminui consumo de drogas

  • Isaías Soares

Marijuana a ser destruída em Malanje

Marijuana a ser destruída em Malanje

Centro de investigação cria "software" com informação sobre drogas

A produção, consumo e comercialização de drogas ao nível da província de Malanje reduziu consideravelmente nos últimos 365 dias, confirmou nesta cidade o chefe do departamento de narcotráfico dos Serviços de Investigação Criminal, Raimundo Bumba.

Bumba referiu que nesse período foram registados 18 casos de posse e consumo de cannabis (menos 26 que no ano anterior); quanto ao cultivo foram indiciados 15 (menos 55) e o tráfico apenas um contra (menos 14).

No entanto, foi registada uma excepção:O primeiro caso de posse e venda.

Relativamente às drogas apreendidas no referido período, Bumba enumerou 395 quilos de cannabis e 43 gramas de cocaína.

Ao nível de Malanje eram considerados potenciais produtores de cannabis os municípios de Cacuso, Caculama, Calandula, Massango e Kambundi-Katembo.

Entretanto, o Centro de Investigação Informação de Medicamentos e Toxicologia (CIMETOX), da Faculdade de Medicina de Malanje, está a desenvolver um projecto denominado Vigitox, que constitui um sistema integrado que facilita a recolha de informações para a criação de uma base de dados sobre as intoxicações por drogas que ocorrem no país.

António Helder Francisco

António Helder Francisco

O técnico do CIMETOX, António Hélder Francisco, que anunciou o estudo disse que o Droguisoft é outro dos quatro projectos de pesquisa científica em curso.

Francisco acrescentou que o Droguisoft é possível fornecer ao doente e familiares informação para lidar com casos de intoxicação.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG